Yes, outubro!

Yesss… iniciamos outubro cheios de esperanças para um novo ciclo, já que setembro tinha sido frustante após o erro. Algumas decisões e mudanças foram cruciais nesse ciclo.

Por indicação de uma amiga fui até um médico de medicina ortomolecular, confesso que fui desanimada, esperava que ele falasse que tinha sérios problemas no útero e por isso não conseguia o meu positivo. Não, ele não falou isso.. ele disse que estava tudo bem comigo e meu útero estava em “perfeitas condições”, porémmm, eu estava com uma anemia muito profunda e meu sangue estava fraco para mim, imagine para uma gestação. (Essas foram as palavras do médico)

Passou algumas vitaminas e pediu para que eu retornasse em 1 mês. Decidi que tinha recebido um sinal nesse meio tempo, precisava mudar minha alimentação e estilo de vida.. estava muito magra e me alimentando mal. Peguei tudo que ele disse e segui suas orientações certinhas… alimentação, vitaminas, caminhadas.. e por ai vai!

Pronto, estava pronta para a próxima FIV, mas tudo veio abaixo quando no dia da ultra o médico da clinica desconfiou que minha progesterona estava muito alta. Na imagem da ultra o útero estava muito branco, ovulei mesmo tomando a medicação..

PUTZZZZZZZZZZZ… ciclo cancelado mais uma vez! Logo pensei.. opa, vou reforçar minha alimentação e meu novo estilo de vida para o próximo ciclo estar bem melhor e saudável. Engordei 2 quilos e me sentia muito bem, mais forte e psicologicamente confiante.

Agora sim.. estamos na 4ª FIV.

15/10 – menstruação

26/10 – ultrassom – Ok

31/10 – transferência de 2 embriões.. (3 dias)

— Fé senhor que tudo já deu certo–

13/11 – BETA!!!

Continuaa…

Beijinhos

 

Anúncios

Tristeza pós beta

O que acontece após o 3º beta negativo? Não teve choro, nem desespero.. apenas fiquei parada pensando no que pode ter dado errado dessa vez.

Estava bem confiante, confirmei que não conheço o meu corpo e os seus sinais, tudo que estava sentindo era da medicação. 😦

Decidimos que não vamos desistir, mesmo contra indicação da médica vamos colocar 2 embriões. O médico da clínica disse que a probabilidade de gêmeos são de 15%, bem baixa, isso acalmou o meu coração.

Confesso que é o primeiro ciclo que fico apreensiva com o resultado positivo, o que vamos fazer se for 2? Não quero nem pensar em coisas ruins..

A menstruação veio 02/09, iniciei as medicações,  bora para 4ª tentativa.. espero de coração aberto e cheio de amor que seja a última.

— Eu preciso confiar, mesmo sem compreender..–

–Guia-me Deus, faça sua vontade, acalma o meu coração!–

4ª FIV –

Tudo certo para transferência dia 18/09, endométrio Ok, bora transferir esses babys..

Ops, o médico errou a data, como assim? Não vamos transferir neste ciclo.. frustada, chateada, mas confiante!

Iniciei provera para descer a menstruação.. rumo outubro!!!

Beijinhos!

Tensão pré-beta

27/08 – Domingo

Estou aqui.. super apreensiva do que pode acontecer, só quem passa pelo processo de FIV sabe do que estou falando. É um mix de sentimentos, hora estou feliz e confiante, hora estou triste e sem esperança.

A cada sintoma as esperanças retornam e a cada sangue fico com medo, é confuso! Pode ser nidação? Meu Deus.. que tortura!!!! Já chorei nesse ciclo, achei que seria mais fácil não me apegar a nada e simplesmente viver.. Doce ilusão!!!!

O dia do beta está chegando, estou muito aflita.

— Sonhei com o positivo, acordei feliz.. fiz o teste e negativo, putz!!!!!!!–

Preciso me preparar para um novo ciclo, renovar as baterias.. nem sei, me sinto péssima e incapaz. Meu amor me abraçou, disse que vai ficar tudo bem.. como é bom o seu abraço e carinho, sou uma pessoa de sorte. Se não fosse ele já teria desistido.

Amanhã é um novo dia, cheio de sintomas e angústias.

Dizem que a esperança é a última que morre, estou me agarrando nela!!!

Até terça ou até setembro!!!!

 

Ei 2017!!

Iniciei 2017 cheia de novos projetos.. e marquei em minha agenda uma nova tentativa de FIV para agosto.

Uma decisão importante foi encontrar outra ginecologista, nossa passei por tantos profissionais na minha longa jornada que estava incrédula que poderia encontrar um profissional competente. E graças a Deus eu consegui encontrar!!!

Conversei muito com ela, levei todos os exames, contei minha história e ouvi a seguinte frase: “Estou aqui para te ajudar e juntas vamos conseguir”, essa frase me deu força para recomeçar.

Em meio aos negativos de 2016, minha médica solicitou um exame para analisar o endométrio, talvez poderia ser ele o causador da minha tristeza. Mais uma vez não era ele o culpado. Putz… o que eu tenho?? Confesso que saber que tudo estava bem me deixava frustada, eu precisava de um fator físico para me acalmar.

Chegou agosto… uma nova FIV a caminho, uma nova etapa.. agora seria positivo, eu estava cheia de esperanças.. Agosto é aniversário do meu love, torcia para presentea-lo com um belo positivo.

Coloquei em minha cabeça que essa era a primeira fiv, agora sem loucura e sem pressão.. eu conseguiria administrar os meus trabalhos, agora era diferente.

A transferência aconteceu dia 16/08 – novamente fiz um diário contando os meus dias e sintomas, haaa agora vaiii!!!! Tudo indicava que estava certo, mas o vazio do coração continuava.. NEGATIVO novamente. Não chorei, apenas pensei.. não foi dessa vez, será que não terei a minha vez?

Bola pra frenteee…. tudo certo para setembro, uhuuuu setembro seria o mês!!!!

Seria… conjuguei o verbo corretamente, seria mas não foi!

Conto tudo no próximo post!

Beijos com carinho!