Doce ilusão…

Oi gente!

Hoje retornei ao trabalho após 1 mês em casa me recuperando da cirurgia, confesso que não retornei com enorme alegria e disposição.. estou meio desanimada! 😦

Digo desanimada de tudo, do meu emprego, dos meus sonhos, enfim fico me perguntando aonde estou errando, o que tenho que fazer para as coisas melhorarem e será que o problema está em mim?

Com a atual crise não podemos nos dar o luxo de escolher a melhor opção de trabalho, por aqui os cortes começaram e pessoas já foram mandadas embora e a qualquer momento posso ser a próxima. Volto ao trabalho hoje com a sensação que estou improdutiva, é como se estivesse uma nuvem negra pairando por aqui.. o clima está pesado e tenso, mas fazer o que né, preciso me manter firme por conta da crise.. isso é uó!

Quanto aos meus sonhos.. eu nem sei mais, estou sempre com olhar perdido tentando buscar forças em alguma direção, e quando vejo uma luz no fim do túnel tento me agarrar a ela como se fosse a minha última esperança… estou perdida…frustada e triste!

Parece que o mundo está contra você: Aí você anda nas ruas e observa uma pessoa com cara de drogada, grávida!

Sua amiga que nunca, mais nunca mesmo quis ter filhos, grávida!

Sua vizinha, grávida! E fico me perguntando, quando vai chegar a minha hora?

Estava tão esperançosa nesse ciclo, sabe era como se fosse a oportunidade certeira, mas acho que não foi dessa vez 😦

Pois é, estou sentindo uma cólica chata que já me acompanha a algum tempo, o médico que me operou disse não ter encontrado focos de endometriose, porém é só passar o PF e pimbaaaa.. lá vem ela me incomodar por uns 4 dias..

Acreditei que conseguiria logo no primeiro ciclo após a cirurgia.. doce ilusão! E mais uma vez terei que esperar e confiar mesmo com as minhas forças indo por água abaixo.

Preciso de forçaaa.. será que só eu me sinto assim?

Desculpe pelo desabafo!

Um forte beijo

Uma futura mãe!

 

 

Anúncios

O início de tudo…

Me recordo como se fosse hoje o dia mais feliz e importante da minha vida, exatamente 13/01/2013.. recebi meu positivo. Era uma felicidade sem fim, após anos tratando de endometriose, sem uma trompa por conta da doença, e eu desacreditada de um dia ser mãe.. enfim havia conseguido tão rapidamente.

Naquela época meu relacionamento passava por uma conturbada separação e estávamos “tentando” um recomeço, ele ficou pasmo e sem reação com a notícia, mas logo percebeu que seria um presente para nossa vidas. Os meses foram passando e enfim descobrimos que nosso bebê era uma menina, iria se chamar Helena, doce, meiga com os cabelos encaracolados..sonhava com ela sempre e contava os minutos para tê-la em meus braços, estava tudo pronto, quartinho pintado, roupinhas compradas, lembranças de maternidade, era perfeito, rosa e delicado.

Porém meu mundo ficou preto e branco, desabou em 16/07/2013, ainda faltavam 2 meses para ela nascer e de repente ao sair do banho sinto minha bolsa romper, entrei em desespero, sabia que ainda não era a hora, mas acreditava que no final tudo ficaria bem.

Helena nos deixou em 19/07/2013 morri com ela naquele dia..e de lá pra cá muitas lutas vem acontecendo. Neste blog quero compartilhar minha batalha para ser mãe novamente, angústias, desejos até o sonhado positivo.

Um forte abraço,

Uma futura mãe!